segunda-feira, 30 de abril de 2018

FELIZ QUEM ESQUECE

DAS COISAS RUINS,
MAS NÃO SE ESQUECE
DE SI E DE QUEM AMA.
(TÉRCIO STHAL)



















VALE MAIS

UM SORRISO

DO QUE MIL PIADAS

SEM GRAÇA.

(TÉRCIO STHAL)




MAS É PRECISO VIVER


DISTRAIR, VIRAR CRIANÇA,
CONJUGAR O VERBO AMAR
E NÃO PERDER A ESPERANÇA.
(DALVA SAUDO - CAMPINAS)




ATO CONTÍNUO:
VIVER O SIM,
MESMO QUANDO
FOR PRECISO
DIZER NÃO.
(TÉRCIO STHAL)




A POÇA D'ÁGUA SE ESPELHA ATÉ
NO RIO DE ÁGUAS TURVAS,
POR IMAGINAR QUE ASSIM 
POSSA AUMENTAR SUAS ÁGUAS E IR
ALÉM DE SUAS PRÓPRIAS CURVAS.
(TÉRCIO STHAL)




COSTURO A VIDA
COM PONTOS FROUXOS,
POIS TUDO O QUE APERTA
ME ASFIXIA...
(LIN QUINTINO)




PARA COMBATER
A RIGIDEZ DA RETÓRICA
VIVA O ENCANTO DA POESIA
E DA PROSA ÁGIL E INVENTIVA.
(TÉRCIO STHAL)




FAZ TEMPO
QUE O TEMPO ME DIZ
QUE O MAIS IMPORTANTE É
SER FELIZ.
(TÉRCIO STHAL)




SOU A BRISA QUE CORTEJA,
VOCÊ PODE ME AMAR OU ME ODIAR,
MAS NÃO PASSAREI INDIFERENTE NESTA VIDA.
(ANDRADE JORGE)




DAS MINHAS MARCAS E CICATRIZES QUERO
AS AUSÊNCIAS DAS DORES E DOS DESAJUSTES:
CONSTATAÇÃO SEM NENHUMA SAUDADE.
(TÉRCIO STHAL)




QUEM NÃO VIBRA
TENDE A DESAPARECER
POR ENTRE AS SOMBRAS.
(TÉRCIO STHAL)




MEUS BARCO ME LEVAM
À SOLEIRA DA PORTA...
DAÍ EM DIANTE É MAR ABERTO.
(LIN QUINTINO)





domingo, 11 de março de 2018

DO COMEÇO AO FIM,

- Se é que existem fim 
e começo -
tem imprecisos 
e imprevisíveis meios
que parecem ser eternos.

(ESCRITOR TÉRCIO STHAL)
















O DIA
TÉRCIO STHAL

Saí,
por aí,
num dia qualquer
como se fosse qualquer dia,
mas logo percebi
que a vida cobra
que eu interprete este dia
como único,  

especial e Insubstituível.




VAGA LEMBRANÇA

TÉRCIO STHAL

Com o tempo
ao espaço se vão
- ou esgotam-se -
os deuses,
os anjos e
os demônios.

Sobram,
deles,
apenas
vaga lembrança.





COM O QUÊ E COM QUEM?

TÉRCIO STHAL

Em qual memória
se guarda
os invisíveis,
os inaudíveis e
os sem legenda?

Com que asas
hão de voar
os depenados,
os apenados e
os não alados?

Quais os olhos
verão e ouvirão
o silêncio da voz dos
emudecidos,
dos não ouvidos
e dos que não tem vez?





VOU DEIXAR

TÉRCIO STHAL


Para as Calendas Gregas
vou deixar tudo 
o que não valha a pena 
e traga apenas dor de cabeça.




VALE MAIS O SORRISO
TÉRCIO STHAL

Vale mais 
um sorriso,
do que mil piadas
sem graça.







sábado, 3 de fevereiro de 2018

NA NOITE DOS AFOGADOS

SOBREVIVI,
CANTEI, DANCEI,
ME DIVERTI.
DA NOITE DOS AFOGADOS
JAMAIS ME ESQUECI.
(ESCRITOR TÉRCIO STHAL)

























VINHAS
TÉRCIO STHAL

Vinhas
em versos e prosas,
com cheiro de flores,
com cheiro de rosas.

Vinhas
com adoráveis acenos
completamente nua
oferecendo veneno
sem antídoto.




A ARANHA E A MOSCA
TÉRCIO STHAL

Tece a teia a aranha
e nela se enrosca a mosca,
uma bate, outra apanha.
Quem é bela? Quem é tosca?




PELAS COSTELETAS DE NAPOLEÃO
TÉRCIO STHAL

Ei, Louís!
Para descontaminar o mundo
penso que é preciso
pasteurizá-lo.

Ei, Luiz!
Penso que não cabe teimosia.
Os disfarces, as perucas
e os sapatos vermelhos de salto alto
não conferem a ninguém honra e dignidade,
nem a nobreza e o poder.

Pelas costeletas de
Napoleão Bonaparte
em qual parte
o mundo está bom?

Ajuda aí.
Por favor, ajuda!
Aonde vamos promover
os devidos descartes
sem que Descartes nos veja,
nem nos ouça.




domingo, 26 de novembro de 2017

QUALQUER DIA DESTES

SERÁ
O MEU SÉTIMO DIA.

NO MEU SÉTIMO DIA 
EU VOU QUERER
DESCANSAR.

(TÉRCIO STHAL)





























DIA DE TODOS OS SANTOS
TÉRCIO STHAL

Até o dia de todos os santos vivi 
como se a vida nunca fosse chegar ao fim, 
como se a vida fosse constituída 
só com alegrias e felicidade...
 
Entretanto, no dia seguinte eu vi 

o tempo que ficou para trás, 
os amores vividos e vivenciados, 
os mortos e os enviesados...
 
Então morri em cada tempo passado, 

em cada uma das paixões sentidas, 
sofrendo a incontida dor da saudade. 




























LUTO (À CARÁTER)
TÉRCIO STHAL

Luto,
luto por todos aqueles 
que tiveram suas vidas ceifadas
lutando por seus ideais.

Eu nunca fui amigo do Rei.

Luto,
luto por estes que sofrem
todo dia, na pele, 
as injustiças por não terem
parentes ou amigos influentes
e por não serem amigos do Rei.

Eu também não sou amigo do Rei.

Luto,
luto por todos os que virão
sem perspectivas, sem futuro,
sem destino certo.

Luto,
luto até pelos invisíveis.

O Palácio e os Palácios
que sobrevivam sem mim.

Eu jamais serei amigo do Rei.